A-
 A 
A+
Open login
Em muitos lugares do Brasil a pulga está virando uma epidemia.
Dom, 12 de Maio de 2013 22:50    PDF Imprimir E-mail

 

Se não controladas as pulgas causam irritação,incômodo e consequentemente reações alérgicas.Não é difícil perceber quando o nosso melhor amigo está com problemas,ele normalmente fica mais irritadiço a sua pele apresenta pontos vermelhos além de se coçarem e morderem.

Diferentemente dos mosquitos quando só a fêmea suga o sangue do hospedeiro, os machos também o fazem. Assim com o sangue uma pulga consegue colocar 20 a 50 ovos por dia. Por isso não é de se estranhar uma infestação se espalhar tão rapidamente.

A incubação do ovo até a forma de larva varia dependendo de diversos fatores como temperatura, umidade do ambiente e espécie da pulga.O banho é muito importante porque o alimento da larva consiste em fezes de pulgas adultas e substâncias orgânicas.

No seguimento da sua formação, a pulga passa pelo estágio de pupa que se desenvolve dentro de um casulo e também é influenciado pela temperatura do ambiente sendo que os ambientes mais quentes aceleram o processo de desenvolvimento.

As pulgas adultas passam a maior parte do seu tempo no animal. Só em casos de super infestação elas começam a procurar outros hospedeiros, como o homem.

De nada adianta controlar a pulga adulta sem matar as larvas. Estima-se que a cada 1 pulga vista 10 estejam se desenvolvendo. Atualmente existem no mercado medicamentos para o controle que devem ser usados 1 vez ao mês no cão ou gato e produtos específicos para tratar o ambiente.

As populações de pulgas e carrapatos adultos que se encontram nos animais representam apenas 5% do total da população, os demais 95% estão no ambiente em forma de ovos ou larvas de pulgas; ou ovos, larvas ou ninfas de carrapato.

 

Última atualização ( Dom, 12 de Maio de 2013 22:52 )